Alívio ou saúde, o que deseja?

postado em: Sem categoria | 0

Parece estranho num primeiro momento um questionamento desta forma, porém é mais do que comum encontrarmos esses dilemas em nossos consultórios.

A fisioterapia tem sido muito requisitada nestes últimos anos, e segue como uma tendência futura, analisando o envelhecimento da população, as rotinas de trabalho, o maior tempo de trabalho para se aposentar, e porque não, a maior fragilidade do corpo humano adquirida ao longo do tempo.

É visto que a população nacional aumenta seu peso médio a cada ano, já temos mais da metade dos brasileiros acima do peso, e este índice aumentará nos próximos anos, fruto de escolhas cada vez piores, maus hábitos alimentares quanto a horários, e ao consumo excessivo de comidas industrializadas.

O sedentarismo é cada vez maior, fruto de uma baixa estimulação a pática esportiva desde a infância, crescemos sem aptidão nem vontade de praticar esportes, além das comodidades do mundo nos tornarem cada vez mais dependentes da tecnologia e menos ativos. Coisas simples como abrir um vidro de carro na maçaneta, trocar o canal da televisão no aparelho, tudo isso ajuda a diminuir nosso “uso” do corpo, pois através de um controle remoto e um botão, ativamos diversas funções sentados, sem um mínimo de esforço.

A perca na qualidade de sono, tanto em quantidade de horas e horário, tem nos deixado mais estressados e frágeis. Os hormônios do nosso corpo são liberados em horários diferentes do dia, e alguns precisam que nós iniciemos nosso descanso antes das 22 horas para que seu ciclo seja completo, no entanto dormindo após a meia noite assistindo séries, o ciclo se altera completamente, e vemos casos de pessoas que dormem muito mais e não se sentem descansados, pois não respeitaram o ciclo.

a ingestão de água é outro fator importante e negligenciado, seu consumo adequado purifica, limpa e mantém nossas funções ativas. pessoas que não consomem água acabam por ter um rendimento muito abaixo na reabilitação.

São diversas as melhorias e adaptações que uma pessoa precisa fazer para ter uma vida saudável, livre de dores, e feliz. Sim, a felicidade é biológica também, um corpo que não respeita suas regras de natureza não consegue atingir níveis de felicidade, pois está sempre sobrecarregado e estressado.

O quanto você está disposto a mudar dirá a sua qualidade de vida.

Quando o paciente nos procura, mas não muda seus hábitos, o tratamento torna-se um alivio imediato, e com duração limitada, pois o organismo como um todo não foi consertado. O correto é sim mudar tudo o que for necessário, melhorar os hábitos, para que a vida melhore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *