A fisioterapia domiciliar vem trazendo ótimos resultados, se mostrando mais eficiente do que a realizada em clínicas, e dentre os fatores principais estão:

Atendimento individualizado, quando atendido em casa, o paciente é o único a ser tratado naquele momento, recebendo toda a atenção do terapeuta, sendo corrigido nos movimentos e exercícios. Esta “personalização” do atendimento fisioterapêutico realizado em casa ou na residência faz toda a diferença.

No meu caso em específico, sempre deixo alguns materiais, e ensino exercícios que podem ser praticados na minha ausência, com a ajuda da família, isso acelera em muito o processo, pois no próximo atendimento evoluímos para exercícios mais complexos, e assim sempre andamos em passos largos.

Sair de casa consome tempo, desgaste físico e recursos. Ir até uma clinica muitas vezes requer o auxílio de um ajudante, um automóvel, achar uma vaga, estacionar, aguardar, realizar 40 minutos de exercícios em meio a muitos outros pacientes, e retornar para casa. Essa via sacra pode levar em torno de 3 horas, e muitas vezes acaba inviabilizando o atendimento, e o paciente desiste por conta de cansaço.

o terapeuta indo até a residência, auxilia nas adaptações feitas em casa, para facilitar a reabilitação, e para reduzir risco de quedas, ou lesões.

o atendimento é feito com hora marcada, podendo o paciente se preparar para a terapia, e não perder tempo.