Nascido de uma família sem tradição na área de saúde, entrei na carreira militar aos 19 anos, onde após aprovado em concurso, me tornei sargento do exército. Servi na cidade de Blumenau no estado de santa catarina, e na grande enchente de 2008 participei das primeiras equipes de busca e salvamento, pois naquele ano os desmoronamentos foram terríveis.

Na ocasião atuei junto ao corpo de bombeiros, defesa civil e tive contato direto com as equipes de socorro, este contato me despertou um certo interesse pela área de saúde. Minha paixão pelos esportes e o corpo humano, somado a vontade de transformar a vida das pessoas me fizeram escolher o curso de fisioterapia.


O sonho ficou adormecido por alguns anos, o exercito me transferira para Bagé no interior do Rio Grande do Sul, e as tarefas de um recém formado não me permitiram estudar por algum tempo. Até que em 2013 voltei a minha cidade natal, Curitiba, e com o fruto do meu empenho, fui aprovado em um processo seletivo de uma bolsa de estudos integral na PUC (Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUC-PR).


Conclui o curso no ano de 2016, e então me mudei para a cidade de Ponta Grossa, onde fui muito bem recebido e tive oportunidade de trabalhar em clínicas da cidade, onde pude aperfeiçoar as técnicas de ortopedia, e aplicar os conhecimentos dos cursos realizados ainda na academia, além das UTI’s dos dois principais hospitais da cidade com uma atuação mais voltada a fisioterapia respiratória.


No ano de 2018 fui convidado a compor a equipe de saúde do Caramuru vôlei, que disputou a super liga daquele ano, tendo a oportunidade de atuar com atletas de ponta do vôlei nacional, e viajar com a equipe para várias cidades, inclusive San Juan na Argentina durante a pré temporada.


Devido a uma formação generalista, e os diversos cursos realizados, sempre busquei compreender o paciente como um todo, aplicando os conhecimentos da fisioterapia convencional somados a uma visão global, compreendendo que a minha função como terapeuta vai muito além da solução momentânea da dor, e que a saúde deve ser tratada de uma maneira ampla em seus vários aspectos, físicos, psíquicos e emocionais. Com métodos naturais, manipulações, e uma reorganização dos hábitos de vida, venho tendo ótimos resultados ao longo dos anos. Cuidar de algo tão importante como a saúde de uma pessoa, devolver a ela a alegria de andar, de conviver ativamente com seus familiares, vai muito além de um emprego. Gostar de pessoas, compreender suas vontades e suas dificuldades, colocar-se no lugar do outro, e auxiliar num momento tão difícil é algo que Deus nos capacita dia após dia.